domingo, 13 de setembro de 2015

SAGA NO / LOW POO #1

   Oi, gente! Tudo bem?
              Hoje eu volto com mais um repost do Caveiras e Flores pra dar continuidade na minha história com o Low Poo. De lá pra cá muita coisa já aconteceu, já passei pro No Poo, e logo logo dou continuidade pra vocês verem o quanto essa técnica é maravilhosa!

"Já faz um pouco mais de um mês que postei sobre o início da minha saga Low Poo e nesse meio tempo muita coisa já aconteceu. Nesse post vou mostrar toda a mudança que ocorreu com meu cabelo. Depois vou fazer um post separado de resenha do shampoo e condicionador que estou usando. Só não reparem nas fotos, gente, pois nenhuma foi feita com a finalidade de postar aqui. Eu nem sabia que ia fazer Low nas 2 primeiras fotos e nem lembrava que ia fazer posts pra mostrar a evolução do meu cabelo! haha

Bom, há uns meses atrás, eu estava com um cabelo enorme, alisado, batendo na cintura. Estava aquela coisa esticada, com as pontas espigadas, sem vida e sem movimento. Resolvi cortar pra melhorar a situação dele, mas ainda sem nem saber de Low Poo. Minha ideia era cortar pra seguir alisando só na chapinha, sem fazer selagem ou alguma outra química.

Cortei bem curto, acima do ombro, e gostei dele ondulado, mas ainda estava com as pontas alisadas e não achei muito legal isso. Mas queria deixar ele crescer um pouco mais pra finalmente fazer o Big Chop e tirar o resto do alisamento. Nesse período foi que comecei a pesquisar sobre a técnica.

Comecei a técnica! Ainda sem fazer o BC. E logo nas primeiras lavagens já notei que meu cabelo estava cacheando bem mais fácil quando lavava e finalizava direitinho. Mas em matéria de Day After... zero ainda. Ele amanhecia esticado e a parte com alisamento, mais esticada ainda. Na foto a seguir mostra ele depois de crescer bastante, pouco antes do BC. Foi no dia seguinte à lavagem e ele tava péssimo.

   E finalmente fiz o BC! :D
              Consegui tirar todo o alisamento! Admiro muito quem passa por toda aquela transição, às vezes demoradíssima, mas eu não conseguiria! Meter a tesoura assim é libertador (ainda mais quando você mesma o faz haha). Agora mais curto, sem alisamento e com mais tempo na técnica, ele está cacheando bem mais fácil, sem falar que “acordo com o cabelo parecendo dessas mulheres de novela” (palavras do meu marido)! haha

Em pouco mais de 1 mês fazendo a técnica, é gritante a diferença! Meu cabelo está bem mais “apresentável”. Fica arrumadinho e com os cachos mais definidos (mais ainda tem que definir mais). O que tenho pela frente agora é saber controlar o que usar nos Days After, pois ele ainda costuma ficar meio ressecado e pesado quando passo alguma coisa. Preciso achar cremes mais leves ou alternativas naturais. Outra coisa que ainda não estou fazendo é o cronograma capilar. Ainda não conseguir comprar tudo que preciso, então vou tratando ele com o que tenho aqui, tentando identificar os “sintomas” e usar o que tenho.
Agora lado a lado pra ver melhor como melhorou!
Eu gostaria bastante de poder continuar com ele curto, mas não sei se isso vai ser possível, pois preciso usar capacete praticamente todos os dias pois vou de moto pra faculdade e o capacete não colabora muito, né?  Mas vou tentar algumas técnicas aqui pra ver se melhoro minha relação com o capacete. Se não funcionar, vou acabar deixando crescer mesmo pra poder prender, infelizmente. Mas também é lindo um cabelão cacheado, né?! Então acho que vou gostar de qualquer maneira mesmo. Hehe"

Então, gente, como vocês já devem ter percebido até pela minha foto de perfil, já se passou um tempinho, né? Meu cabelo deu uma crescida boa e tenho muita coisa pra contar. Então logo logo farei post novo pra contar tudo pra vocês. Só digo uma coisa: vale totalmente a pena "investir" nessa técnica. Além disso, pretendo mudar a cor do cabelo pro ruivo acobreado (finalmente criei coragem *-* ) e vou mostrar tudo pra vocês também!
       
          Até a próxima!

2 comentários:

  1. Quando eu andava de moto, usava uma meia calça para segurar os cachos e dava certo, vale a tentativa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o problema no meu caso não é segurar, é amassar mesmo! rs
      Os cachos ficavam com uma aparência horrível depois que tirava o capacete... aí acabei deixando crescer mesmo. Agora vai ser Projeto Merida! hahaha
      Brigada pelo comentário, flor! :*

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...